BetaStar® S para quinolonas

N.º do item  BSQUIN

  • Pode ser analisado com outros ensaios usando a mesma amostra de leite e o mesmo cartucho.
  • Conformidade regulatória.
  • Interpretação visual e com leitor.
$117.50
Em estoque
Esgotado
Esperar disponibilidade em 2 a 4 semanas
QTD:
Quantidade mínima necessária: 0
O BetaStar® S para quinolonas é um ensaio de detecção rápida de antibióticos quinolonas em leite cru e misturado, e outros produtos lácteos, com limite máximo de resíduos (LMR) igual ou inferior aos estabelecidos. O BetaStar S para quinolonas foi desenvolvido para trabalhar em conjunto com as Plataformas de Análise Integrada Raptor®. Também é possível fazer uma leitura visual do teste.
Official_BetaStar_Specifications-Photo.png
Especificações
Marca BetaStar®
Tempo de incubação 5 minuto
Plataforma Fluxo lateral
Quantidade por embalagem 25 testes
Tipo de resultado Qualitativo

  1. 25 tiras
  2. 25 tubos de amostra
  3. 25 pipetas descartáveis de 400 μL em polímero
  1. Bloco de aquecimento/incubadora capaz de manter uma temperatura de 47,5 ± 1 °C para interpretação visual
  2. Sistema de Análise Integrada Raptor (n.º do item NEOGEN: 9680) para interpretação de leitura
  3. Raptor Solo (n.º do item NEOGEN: 9696) para interpretação de leitura
  4. Cartuchos Raptor (n.º do item NEOGEN: 9681) para interpretação de leitura

Tecnologia

O leite é absorvido através de uma zona reagente que contém anticorpos conjugados com partículas de ouro coloidal. Se houver a presença de quinolonas, elas serão capturadas pelo complexo partícula-anticorpo. Em seguida, o complexo medicamento-anticorpo-partícula é absorvido por uma membrana que contém um medicamento das sulfonamidas conjugado a um transportador de proteína. Essa linha captura qualquer anticorpo não complexado com o medicamento, permitindo que as partículas se concentrem e formem uma linha visível. Conforme o nível de quinolonas aumenta na amostra, as moléculas livres do medicamento vão formar complexos com as partículas do complexo ouro-anticorpo. Isso permite que menos complexo ouro-anticorpo seja capturado na linha de teste. Dessa forma, a densidade da linha de teste diminui conforme a concentração de um medicamento aumenta na amostra. A membrana também contém uma linha de controle, na qual um complexo imune presente na zona reagente é capturado por um anticorpo, formando uma linha visível. A linha de controle sempre será formada, independentemente da presença do medicamento, garantindo que a tira esteja funcionando corretamente.
Official_BetaStar_Technology-Photo.png

Treinamento

O sucesso de nossos clientes é um sucesso do qual compartilhamos. Nossos especialistas estão prontos para treinar você e sua equipe em nossas soluções, permitindo que você fique tranquilo e tenha a certeza de que os procedimentos estão sendo executados corretamente e proporcionando resultados precisos. Além disso, fornecemos certificados de conclusão do treinamento, permitindo que você tenha a documentação necessária para a rastreabilidade de auditoria.